Se alguém me perguntasse hoje se um raio pode cair no mesmo lugar duas vezes, eu posso dizer que sim.  Desde o meu último post, ainda me encontro desempregado e vinvendo as custas dos meu querido governo, através do seguro desemprego.  Mas vamos aos fatos. 

Fui convocado para uma entrevista hoje, dia 31 de julho de 2009 no centro da cidade (RJ).  O mais legal, foi que usei a mesma roupa que usei na entrevista em que realizei o teste de “programação em papel” no dia 1º deste mesmo mês.

Para a minha supresa ao final da conversa com a entrevistadora, foi descobrir que era o mesmo processo de seleção pelo qual eu havia passado com outra empresa.  Confirmada a situação, fui dispensado com profunda tristeza (pelo menos da minha parte).
Não sei se eu rio ou choro, mas tiro uma lição disso tudo, não sou só eu que estou  ruim de algoritimos, mas toda uma galera no mesmo nível em que eu estou e que não está conseguindo passar pela prova de seleção deste cliente.

Em pensar que até onde eu saiba, não se desenvolve sem se consultar alguma coisa que seja como: google, msdn, livros ou mesmo com o colega ao lado.

Não quero justificar a minha falha, mas tem gente demais falhando no mesmo ponto.  Quem está errado?  Nós os desenvolvedores “sêniors” que temos um currículo que nos fazem ser chamados para uma entrevista ou o cliente que está exigente demais e não sabe que o processo de seleção escolhido talvez não seja o melhor método avaliador que existe??

Outro dia, li uma reportagem sobre como a Microsoft se esforça em desenvolver uma IDE extremamente sofisticada para facilitar a vida dos desenvolvedores (acelerar o trabalho de programação) e me vem um cidadão aloprado e me pede para programa em papél.

Já deve ter mais de 2 meses que esse cliente está com o processo em aberto, o projeto tá atrasado e precisando de gente, e não acende uma luzinha vermelha na cabeça dele avisando que tem algo errado.

A única coisa que posso dizer para ele é:  Boa Sorte! 

Estou torcendo que ele encontre o ou os profissionais que ele idealizou e consiga avançar com o projeto.  Afinal, projeto atrasado é prejuizo(poderia dizer também que é falta de um bom planejamento visto aos olhos do PMBOK, dentre outras coisas).

Mas isto, é uma outra história……

Abs a todos.